Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

AGENDA PALCO CLÁSSICO

"EPIDEMIA PRATA"
O mito da Medusa surge como alusão na montagem da Cia Mungunzá intitulada “Epidemia prata”, que aborda os artistas de rua que se pintam de prata para simular estátuas. Trata-se de um diálogo com a realidade da população, por assim dizer, invisível da metrópole. A direção é de Georgette Fadel. 
Temporada: 23.05 a 16.06.18 
Estátua viva (mas sentada) na Av. Paulista. Foto: Renata Cazarini
A pedra, o fumo, as estátuas humanas que andam pelas ruas, e os bustos das praças que viraram o novo fluxo. É com todo esse material que entramos na sala de ensaio para fazer emergir o novo espetáculo. (Divulgação)
Leia sobre a Cia Mugunzá.
Trata-se de uma pequena gira teatral. Dura. Sólida. Nessa gira, a poesia é como um rato, deve se espremer pelos cantos para superar um céu de metal. Repleto de imagens e predominantemente performático e sinestésico, o universo PRATA, no espetáculo, assume uma infinidade de conotações que vão desconstruindo personagens estigmatizados pela socieda…

Últimas postagens

FEDRA de Racine

MEDEA MINA JEJE de volta

A IRA DE NARCISO